Envelhecimento Cutâneo

O envelhecimento da pele é um processo natural, multifatorial e ainda pouco conhecido, que resulta tanto de fatores intrínsecos (genômicos, hormonais, etc.) como de fatores externos (radiação UV, poluição, alimentos, radicais livres, etc.).

Os mecanismos de envelhecimento celular são bem conhecidos e, dessa forma, podemos avaliar este processo por diversos modelos e ensaios in vitro.

MODELOS BIOLÓGICOS E ENSAIOS

Modelos Biológicos:

  • Envelhecimento intrínseco:
    • Modelo de Fibroblastos humanos envelhecidos (Modelo de Hayflick)
    • Equivalente dérmico envelhecido (Modelo de Hayflick)
  • Envelhecimento acelerado:
    • Fibroblastos humanos envelhecidos por processos oxidativos (H2O2)
  • Fotoenvelheciemento:
    • Fibroblastos humanos irradiados por UVA, Infravermelho, UV total
    • Explantes de pele fotoenvelhecidos (Radiação ultravioleta)
    Ensaios:
  • Ensaio de senescência (B-galactosidase)
  • Análise de síntese degradação de proteínas de matrix extracellular (Colágenos, metaloproteinases)
  • Avaliação de estresse oxidativo/atividade antioxidante (Radicais livres)
  • Análise de proliferação, migração e diferenciação celular
  • Expressão gênica de genes envolvidos no envelhecimento cutâneo (Sirtuina, elastina)
  • Avaliação de proteinas de reparo celular (XPC, p53)
  • Atividade antiiflamatória

Se Inscreva em nossa NewsLetter


Seu e-mail está seguro conosco, também não gostamos de Spam!